Pernambuco participa de programa internacional com foco no desenvolvimento da língua inglesa

1578
Foto: Divulgação

Pernambuco entrou na rota do I Encontro Nacional do Skills for Prosperity. O Estado, através de professores da Rede Pública e gestores da Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco, foi um dos cinco selecionados para ser beneficiado pelas ações do programa, liderado pelo Governo do Reino Unido por meio da Associação Nova Escola. Da Rede Estadual de Pernambuco foram selecionados como professores-autores Ilka Werkhouser, de São Lourenço da Mata, Karla Fabrício, de Surubim, além de Antônio Sérgio e Jorge Correia, ambos de Caruaru. Através de videoconferência, na última sexta-feira (5), participaram da reunião representantes do consórcio que gerencia o programa, representantes das secretarias dos cinco estados piloto e a professora Kátia Smole, do Instituto Reúna.

No Brasil, a Skills for Prosperity incentiva a promoção da qualidade de ensino de língua inglesa com foco em desenvolvimento de material complementar e formação de professores. O consórcio de implementação do Programa conta com a Associação Nova Escola, British Council, Instituto Reúna e Fundação Lemann. Entre os objetivos da iniciativa está a elaboração e reprodução de um material complementar para os estudantes e professores, considerando os alinhamentos da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), mas garantindo também as identidades estaduais a partir dos estudos curriculares locais, além dos professores de inglês selecionados, que participarão da construção do material complementar e formação específica. O programa está previsto para se estender até março de 2023, sendo a primeira etapa dedicada aos anos finais do Ensino Fundamental, e a segunda voltada para o Ensino Médio e Técnico.

“Foi uma conquista muito grande ter sido escolhida para participar desse programa e uma honra fazer parte de uma equipe tão seleta. É uma seleção regionalizada de textos e conteúdos para Pernambuco, e isso é muito importante para nós, para valorizar nossa cultura, regionalismo e peculiaridades. Espero contribuir muito para que esse trabalho seja maravilhoso. Estou muito feliz”, comemorou a professora Ilka Werkhouser.

Da Secretaria de Educação e Esportes do Estado, participaram da reunião a secretária executiva de Desenvolvimento da Educação (SEDE), Ana Selva, e Carolina Ferreira, da SEDE e da Gerência de Políticas Educacionais do Ensino Médio (GEPEM). Elas atuam como liderança e ponto focal, respectivamente, na gestão do projeto. Também compuseram a equipe Ana Tereza, da Gerência Geral de Assuntos Jurídicos (GGEAJ), Shirley Malta e Adriana Lima, ambas da Gerência de Ensino Fundamental Anos Finais (GEPAF), e Cristiane Oliveira, também da GEPEM.

“Pernambuco fica muito feliz em fazer parte deste programa e apostamos muito nesse aperfeiçoamento de todo o trabalho de ensino da língua inglesa que já é feito na Rede Estadual. O primeiro encontro nacional teve a importância de trazer todos os estados que estão participando da iniciativa para participar dessa discussão, abrindo a possibilidade de todos que estão fazendo parte de entender e se aprofundar nas diretrizes do programa, trocando muitas experiências. A conferência também tornou possível o encontro de todos os professores selecionados, que atuarão também como autores do material didático, que será, pela primeira vez, produzido de acordo com as especificidades de cada Estado, numa perspectiva de interatividade com os estudantes”, arrematou Ana Selva.